Receita de Sonhos de Natal

970

Os Sonhos de Natal são um doce típico da culinária de Portugal e Brasil, consumido tradicionalmente na quadra natalícia. A origem do nome é porque depois de fritos os sonhos tendem a ser um bolinho oco ou fofo e ligeiramente crocante, algo que lembra um sonho.

Acredita-se que a origem dos sonhos de Natal remonta à época medieval, quando os doces eram feitos em mosteiros e conventos. A receita foi passada de geração em geração e, com o tempo, tornou-se uma tradição natalícia em Portugal e Brasil.

Ingredientes:

  • 250 ml de água e leite (meio por meio)
  • 50 g de manteiga ou margarina
  • 1 casca de limão
  • Uma pitada de sal
  • 150 g de farinha com fermento
  • 4 ovos (3 se forem muito grandes)
  • açúcar e canela para polvilhar q.b
  • óleo para fritar

Calda (opcional):

  • 100 g de açúcar
  • 1 casca de limão ou laranja
  • 1 pau de canela
  • 50 ml de água

Preparação:

  1. Num tacho, leve ao lume a água e leite, a margarina, a casca de limão e o sal. Deixe levantar fervura.
  2. Retire do lume, junte a farinha de uma só vez e bata vigorosamente com colher de pau para envolver sem fazer grumos.
  3. Leve de novo ao lume e deixe cozer a massa um pouco até se descolar do fundo do tacho.
  4. Depois deixe arrefecer um pouco e, à mão ou na batedeira, vá juntando os ovos inteiros, um a um, envolvendo o próximo depois de o anterior ter sido completamente absorvido. No final, ficamos com uma massa densa e cremosa, que custa a cair da colher, tipo aquelas boas maioneses feitas em casa.
  5. Para fritar os sonhos, precisamos de um recipiente largo com óleo, para que os sonhos possam dançar de um lado para o outro, à medida que vão abrindo e crescendo. Este processo requer um óleo que não esteja demasiado quente, caso contrário o exterior dos sonhos sela rapidamente e a massa não abre e, em consequência, eles não crescem. Muita atenção portanto nesta parte. Devemos manter o lume mais baixo, caso contrário teremos sonhos pequenos e massudos, em vez de sonhos grandes e ocos.
  6. Vire, até que os sonhos fiquem dourados. Retire do óleo e disponha os sonhos sobre papel absorvente. Depois de arrefecerem um pouco, envolva-os em açúcar e canela. Pode, se preferir, regar os sonhos com uma calda leve, feita de açúcar, pau de canela, anis e uma casca de limão.

Posso usar outro tipo de óleo para fritar os sonhos?

Sim, você pode usar outros tipos de óleo para fritar os sonhos. No entanto, é importante escolher um óleo que tenha um ponto de fumaça alto (temperatura na qual o óleo começa a queimar e a oxidar, se decompondo em ácidos graxos livres) e que seja saudável para fritura. Óleos comuns usados para fritura incluem óleo de canola, óleo de amendoim, óleo de girassol e óleo de milho.

A receita não especifica o tipo de óleo a ser usado. No entanto, é importante manter o óleo a uma temperatura adequada para garantir que os sonhos cresçam e fiquem leves. Para isso, é recomendado usar um termômetro de cozinha para verificar a temperatura do óleo.

você pode gostar também